IMGP2180-min.jpeg

SOBRE NÓS

O Centro de Competências da Lã (CCLã) constitui-se como um espaço de discussão, partilha, articulação de conhecimentos, capacidades e competências, que agrega os operadores da fileira da Lã (produção e indústria), com os agentes da investigação, divulgação e transferência de conhecimento, potenciando a sua colaboração.

OBJETIVOS GERAIS

  • Contribuir para a rentabilização das explorações de ovinos com aptidão de carne e lã, tendo em vista a diversificação da agricultura como fator de sustentabilidade do interior;

 

  • Contribuir para a estruturação da fileira da lã e dos lanifícios;

  • Promover uma estratégia de investigação e capacitação para o setor dos lanifícios, focada nos principais constrangimentos ao nível da produção, valorização, inovação e comercialização;

  • Promover o desenvolvimento de soluções alternativas ao nível da produção e transformação, nomeadamente sistemas de qualidade certificados, com o intuito de assegurar o posicionamento no mercado e a respetiva competitividade.

Cramear 2.jpg
Lanáadeira no tear.jpg

OBJETIVOS
ESPECÍFICOS

  • Promover a competitividade da fileira da lã, nomeadamente nas zonas rurais de baixa densidade;

  • Promover o aumento de produção de lã e criação de produtos transformados com maior valor acrescentado.

  • Contribuir ativamente para a definição de uma agenda de investigação aplicada na fileira da lã;

  • Criar condições no terreno para o desenvolvimento da atividade experimental que se considere necessária à melhoria da produtividade e da qualidade da lã em Portugal;

  • Reforçar a inovação e a transferência de conhecimento científico e tecnológico para a fileira da lã;

  • Fomentar a criação de um Grupo Operacional da Tinturaria Natural;

  • Efetuar e divulgar estudos comparativos do setor que ajudem as entidades públicas a definir as suas prioridades;

  • Promover a partilha de conhecimento entre as várias entidades, com o intuito de dar resposta de forma mais rápida e eficaz aos diversos constrangimentos;

  • Promover estudos de mercado regional, nacional, comunitário e internacional;

  • Desenvolver uma estratégia conjunta com a indústria lanar, no sentido da incorporação de lã nacional nos seus processos produtivos;

  • Criar estratégias e políticas de promoção comercial, que passem por ações de divulgação e sensibilização aos consumidores com o objetivo de aumentar o consumo de produtos produzidos com lã nacional;

  • Acrescentar valor à lã para incrementar em o seu consumo a nível internacional;

  • Desenvolver uma estratégia de promoção integrada através da oferta de serviços e experiências turísticas inovadoras e que promovam o acréscimo de visitantes.

O CCLã foi formalmente criado no dia 29 de abril de 2015, em Beja, tendo o protocolo sido assinado por 24 entidades representativas de diversas áreas de alguma forma relacionadas com o setor da Lã e o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural.

Este Centro de Competências reúne assim produtores, investigadores, empresas, associações e Câmaras Municipais em torno de uma estratégia imprescindível para dar sustentabilidade ao processo iniciado nos territórios rurais de baixa densidade, contribuindo para fixar jovens em zonas rurais, para incentivar o crescimento destas fileiras e traduzir este crescimento em mais-valias económicas para os territórios e para o país.

ATIVIDADE

  • Produção de conhecimento;

  • Transferência de conhecimento e tecnologia;

  • Transformação e Inovação;

  •  Prestação de serviços tecnológicos ao setor da Lã;

  •  Recolha, tratamento e divulgação de informação referente ao setor da lã a nível nacional e internacional;

  • Promoção da competitividade e Mercados;

  •  Valorização económica do setor da lã;

  • Capacitação dos atores do setor;

  • Valorização cultural e histórico-patrimonial.

Azeitar.jpg